NET Educação
RSS

Acessibilidade

A+ A-
 
Notícias

Aqui você encontra as principais notícias sobre educação.

24/10/2017 | Fonte: Leonardo Valle

Alunos criam projetos para ilustrar presença da Matemática no dia a dia

Semana de Ciência e Tecnologia da Zona Oeste do Rio de Janeiro estimula protagonismo e criatividade

 “A Matemática está em tudo” é o tema central da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2017, que acontece em todo o País entre 23 a 29 de outubro. No Rio de Janeiro, estudantes do ensino médio e fundamental se dividiram em grupos para elaborar projetos científicos ou artísticos que retratam a influência cotidiana da disciplina. Os resultados serão apresentados durante a Semana de Ciência e Tecnologia da Zona Oeste – evento que acontece desde 2005 e reúne escolas municipais, estaduais, particulares e ONGs da região. 

Esse é o caso dos alunos  do ensino médio integrado em Telecomunicações do Colégio Estadual Hebe Camargo Aristides Augusto, Luiz Felipe e Lucas Veras. Eles decidiram montar um circuito no Arduíno Uno para ilustrar como algumas conversões binárias ocorrem diariamente. “Vamos falar sobre circuitos eletrônicos e como eles trabalham com números, somas e subtrações”, descreve Aristides. 
 
A escolha do projeto e sua forma de execução foram decididas exclusivamente pelo trio de estudantes, cabendo aos professores da escola apenas a função de orientação. Para o diretor-geral do Colégio, William de Oliveira Menezes Junior, esse modelo de projeto que assegura o protagonismo do aluno é, justamente, um dos segredos para que a aprendizagem se concretize.
 
“Existem várias formas de aprender Matemática, e isso reflete nos projetos que os alunos apresentam. A partir daquilo que gostam e se identificam, eles enxergaram nesta matéria algo mais amplo do que a sala de aula”, assinala. 
 
“Os jovens devem gerenciar o projeto de forma autônoma, sendo responsáveis por todas as etapas de sua execução. Ou seja, os estudantes são chamados a articular teoria e prática e também a exercitar as suas habilidades de liderança, criatividade e autogestão”, acrescenta a coordenadora do projeto colaborativo Laboratório Sustentável de Matemática (SEEDUC-RJ), Daniela Mendes Vieira da Silva.
 
Apenas no Hebe Camargo, 419 alunos estarão envolvidos diretamente na Semana de Ciências. A lista de projetos a serem apresentados inclui medidor de frequência cardíaca, controle de caixa d’água, torneira e irrigação de gramado automáticos e bengala inteligente. 
 
Multiplicando ideias 
As artes também se farão presentes na Semana de Ciência e Tecnologia da Zona Oeste. Uma das apresentações será do Grupo RUA – Revolução Urbana de Arte. Idealizado por Douglas Rodrigues, bacharel em Dança, o coletivo reúne estudantes de cinco a 20 anos de diversas escolas da região, além de um grupo formado por pais. 
 
“No início, os alunos não conseguiam ver a relação entre a dança e a Matemática. Mas, além da contagem para estabelecer o ritmo, há a relação direta com o corpo para criar formas, níveis, diagonais e paralelas. Ou seja, há uma aplicabilidade da Matemática no palco”, resume o educador. 
 
A companhia também promete se apoiar na Matemática para contar poeticamente a sua história. “Começamos com dez jovens e, hoje, somos em 70, com ambição de agregar outros mais. Essa multiplicação de ideias também é Matemática”, destaca. 
 
Menos medo, mais integração
A aproximação da Matemática com a realidade dos estudantes é uma forma criativa de combater a aversão à disciplina, tão comum nas escolas brasileiras. “Esse tema nacional contribui para quebrar a imagem desta matéria como disciplina desconectada da sociedade, proporcionando novas descobertas e encantamentos”, comemora Daniela. 
 
Já para a coordenadora-geral da Semana de Ciência e Tecnologia da Zona Oeste do Rio de Janeiro e professora Carolina Neves Direito os projetos da feira também ajudam os estudantes da rede pública a visualizarem novas possibilidades de futuro. “A Semana ajuda a despertar o interesse por coisas novas. E que também cabe ao estudante se mobilizar, interagir e se apropriar do conhecimento disponível”, completa. 
 
A Semana de Ciência e Tecnologia da Zona Oeste do Rio de Janeiro conta com o apoio do Instituto NET Claro Embratel. O evento é aberto a toda a comunidade.

Deixe seu comentário

(0) Comentários


Participe

Opine sobre este conteúdo

pessoas gostaram disso

As notícias mais curtidas

Faça parte desta rede e envie seu conteúdo para o portal NET Educação!

  • Flávio Rodrigues
  • Jéssica Miranda
  • Mariani Silva
  • Dartagnan Freire
  • Elza Castro
  • Tatiana Campos Leonardo
  • Itamar Raul de Morais
  • Carolina Natel

Plano de Aula

Suas melhores aulas agora como referência.

Enviar

As Caras da Educação

Compartilhe suas histórias com o Portal NET Educação.

Enviar
Participe

Login

Ao se logar, você pode interagir com o NET Educação e colaborar com o envio de conteúdos!

Já sou cadastrado

Esqueci minha senha

Informe seu e-mail para nós lhe enviarmos sua senha.

Sucesso!

Sua senha foi enviada para o seu e-mail.

Voltar para a tela de login

Não sou cadastrado

É rápido e fácil se cadastrar no NET Educação. Com seu login e senha você pode acessar, gratuitamente, todas as áreas do portal.

Fechar