NET Educação
RSS

Acessibilidade

A+ A-
 
Multimídia

Confira os vídeos educativos que podem complementar o trabalho em sala de aula e favorecer a aprendizagem

28/02/2017 às 12:33 por Marcelo Abud

Asa Branca, de Luiz Gonzaga, completa 70 anos sem perder a atualidade

Pesquisador Assis Ângelo revela a origem folclórica de uma das canções mais regravadas do Brasil
  • ()
  • (0)

                                                            “Cultura popular é a identidade de um povo, é a digital, é o DNA.”

                                                                                                                                                             (Assis Ângelo)
     
    Em 3 de março de 1947, no estúdio da extinta RCA, no Rio de Janeiro, foi gravado o baião Asa Branca, composto por Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira. A música  aborda a seca no Nordeste, que continua a castigar as populações e as expulsa de suas terras. O tema já estava presente em muitas canções, mas esta gravação é um marco. A partir daí Asa Branca ganhou mais de 500 interpretações no Brasil e no exterior. 
     
                                 
                               
     

    Assis Ângelo e a  primeira gravação de Asa Branca (Crédito: Marcelo Abud)

     
     
    Sete décadas depois de seu primeiro registro em disco, Asa Branca ainda é atual e aborda temas que são estudados nas diversas áreas do currículo. Para o arte-educador e músico Marcelo Tupinambá Leandro, que herdou do bisavô, Marcelo Tupynambá, o gosto pela pesquisa, a composição não serve apenas para aulas de música, mas possibilita abordar questões políticas e sociais dos dias de hoje. Ele lembra o ditado “o problema do nordeste não é a seca, mas a cerca”, o que remete à desigualdade social e ao latifúndio ainda presentes.  Outro aspecto ressaltado por Tupinambá é a dimensão folclórica e identitária da música.

    Veja também:
     
     
    Para conhecer a história  de Asa Branca, ave que prenuncia tanto longos períodos de seca quanto a volta da chuva, recorremos ao jornalista, crítico musical e presidente do Instituo Memória Brasil, Assis Ângelo.  Ele nos conta que a música tem origem em uma cantiga de domínio público, do final do século 19 e era tocada por Januário, pai de Gonzaga. Coube a Humberto Teixeira recriar a letra de Asa Branca. “A temática é a mesma de antes. A letra é diferente", aponta Ângelo.
       
    No áudio, os entrevistados lamentam o cenário que não mudou em sete décadas. “A Asa branca não está no sertão nordestino há, no mínimo, 5 anos. A seca que lá perdura é uma das maiores. Tudo permanece igual”, afirma Assis. “Eu tenho certeza que é um problema que poderia ser resolvido em bem pouco tempo”, conclui Tupinambá. 
     
    Links
     
    Acompanhe conteúdo escrito por Assis Ângelo, a partir das entrevistas que o jornalista fez com Luiz Gonzaga.  
    Conheça parte do acervo do Instituto Memória Brasil, na página mantida no Facebook.
    Fique por dentro da programação da Oficinal Cultural Casa Mário de Andrade
     
    Créditos 
    As músicas utilizadas nessa edição, em ordem de entrada, são: Asa Branca (Luiz Gonzaga/Humberto Teixeira), Asa Branca (Domínio popular), na interpretação de Cego Oliveira, A volta da Asa Branca (Luiz Gonzaga e Zé Dantas).
     

    Deixe seu comentário

    (0) Comentários


    Participe

    Opine sobre este conteúdo

    pessoas gostaram disso

    As notícias mais curtidas

    Faça parte desta rede e envie seu conteúdo para o portal NET Educação!

    • Flávio Rodrigues
    • Jéssica Miranda
    • Mariani Silva
    • Dartagnan Freire
    • Elza Castro
    • Tatiana Campos Leonardo
    • Itamar Raul de Morais
    • Carolina Natel

    Plano de Aula

    Suas melhores aulas agora como referência.

    Enviar

    As Caras da Educação

    Compartilhe suas histórias com o Portal NET Educação.

    Enviar
    Participe

    Login

    Ao se logar, você pode interagir com o NET Educação e colaborar com o envio de conteúdos!

    Já sou cadastrado

    Esqueci minha senha

    Informe seu e-mail para nós lhe enviarmos sua senha.

    Sucesso!

    Sua senha foi enviada para o seu e-mail.

    Voltar para a tela de login

    Não sou cadastrado

    É rápido e fácil se cadastrar no NET Educação. Com seu login e senha você pode acessar, gratuitamente, todas as áreas do portal.

    Fechar